As dores que o Skipa pode curar

O Skipa aumenta o comprometimento de toda a equipe, de maneira organizada, motivadora e capaz de obter o engajamento de todos.

Consideramos que o Skipa tem como propósito ajudar a gerar ganhos de produtividade em restaurantes, por meio de operações empresariais com mais qualidade, mais ágeis e com custos menores.

A nossa ideia é avaliar, reconhecer e premiar o desempenho dos colaboradores envolvidos na operação do negócio, como um jogo empresarial motivador e educativo. E assim obter mais engajamento da equipe de trabalho em torno de objetivos e critérios de avaliação claramente definidos.

O Skipa surgiu como uma metodologia aplicada, ainda em planilhas eletrônicas, em um caso real de um restaurante com 16 funcionários. 

Na ocasião, algumas dores muito comuns nos pequenos negócios estavam ganhando tamanho e incomodando muito o seu gestor. Mais especificamente, o que mais incomodava era a ineficiência da maior parte da equipe de colaboradores. 

Um fato específico marcou a tomada de decisão de se implantar a metodologia Skipa. Foi no dia em que o empresário telefonou para o seu restaurante e perguntou para o gerente se estava tudo bem por lá. E para sua desagradável surpresa, o gerente respondeu que sim, pois estava tudo bem tranquilo

O empresário imaginou que as mesas estavam ocupadas e que o atendimento estava ocorrendo com excelência. Mas, ele constatou durante o telefonema que, na verdade, o restaurante estava vazio. 

Chocado com a postura do seu gerente ele pensou: 

Como mudar a postura dos colaboradores para que eles desejem, sinceramente, que o restaurante esteja com um bom movimento?

Como fazer isso sem cair na mesmice de simplesmente oferecer 10% de comissão sobre as vendas e dividir isso sem considerar critérios operacionais qualitativos?

Assim, como bom empreendedor, ele chamou a responsabilidade para a sua gestão e pensou em uma maneira de transformar o comportamento dos colaboradores e imaginou que isso seria possível por meio do reconhecimento do talento de cada um deles. 

E ainda imaginou seus colaboradores se divertindo e comemorando os bons resultados alcançados.

Mas, tudo isso deveria acontecer de maneira simples e organizada. Sem cheklists enormes e sem processos burocráticos, já que se tratava de um pequeno negócio.

Assim, surgiu a metodologia Skipa que hoje faz isso apoiada por um aplicativo.

Mas, será que outros estabelecimentos precisam do Skipa?

Constatamos que sim. E constatamos na prática. Implantando o app em alguns restaurantes de Brasília. Com isso, pudemos perceber que as dores de pequenos, de médios e até de grandes restaurantes existem e que o Skipa ajuda muito na solução para estas necessidades.

Além desta constatação empírica, temos algumas informações provenientes de pesquisas realizadas em São Paulo pelo Sebrae com a qual pudemos ampliar a percepção de que estas dores são bastante comuns nos restaurantes.

As justificativas a seguir estão baseadas nas informações da PESQUISA SOBRE ALIMENTAÇÃO FORA DO LAR – SEBRAE – SÃO PAULO

A pesquisa foi realizada em um Universo de 192.318 estabelecimentos da subclasse da Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE: 5611-2: Restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentos e bebidas distribuídos no Estado de São Paulo.

Em média, os estabelecimentos deste universo possuem 16 empregados, sendo a maioria alocada em cargos operacionais da cozinha e atendimento.  A maioria dos estabelecimentos possui 7 empregados.

JUSTIFICATIVAS

FORMA DE REMUNERAÇÃO DA EQUIPE

A maioria dos proprietários declarou registrar os empregados com o salário determinado como piso da categoria. Parte dos empregados que recebem o piso do sindicato tem acréscimo da produtividade no salário.

  • Dor: Apenas 2% dos colaboradores recebem Piso do sindicato + comissão.
  • Dor: Apenas 5% dos colaboradores recebem Piso do sindicato + gorjeta 5% (Com diferença significante entre as proporções).

O Skipa consegue remunerar a equipe de maneira clara, organizada, motivadora e capaz de obter o engajamento de todos.

BENEFÍCIOS

Quase a totalidade dos proprietários oferece benefícios, sendo a alimentação no estabelecimento o mais frequente. O vale transporte também é oferecido pela maioria. Estão na massa dos benefícios oferecidos: cursos para capacitação, cesta básica e plano de saúde.

  • Dor: Menos de 1% dos colaboradores recebe Gorjeta/ extra/ bonificação.

O Skipa consegue remunerar a equipe de maneira organizada e motivadora, com vantagens para o restaurante.

O BOM DESEMPENHO DOS COLABORADORES

Os colaboradores citam, em média, 3 formas que a empresa utiliza para premiá-los pelo bom desempenho:

    1. Parabeniza os empregados: 78%
    2. Oferece aumento salarial: 68% 
    3. Dá um bônus em dinheiro: 48%
    4. E o pior dos casos, não há reconhecimento: 7%

O que indica que há uma pré-disposição por parte dos empresários para reconhecer o bom desempenho dos colaboradores (pois muitos parabenizam e apenas 7% não reconhecem o comprometimento da equipe) e com pagamentos em dinheiro (pois 68% reconhecem com aumento salarial). 

O Skipa incentiva o desempenho dos colaboradores de maneira organizada, motivadora e capaz de obter o engajamento de toda a equipe.

COMO É FEITA A DISTRIBUIÇÃO DOS 10%

  • Dor: O cálculo e a distribuição não estimulam as equipes de trabalho. Os colaboradores vêem este bônus como parte integrante dos seus salários.

Skipa: Reconhece aspectos gerenciais e comerciais e organiza a distribuição dos prêmios.

DIFICULDADES DE RELACIONAMENTO

  • Dor: Apenas 23% dos proprietários afirmaram que não têm dificuldade de relacionamento com os colaboradores.

Skipa: favorece a interação entre empresários e colaboradores por meio das reuniões periódicas de entregas dos prêmios. 

RELAÇÃO DE TRABALHO – PRINCIPAIS PROBLEMAS 

  • Dor: O principal problema apontado na relação de trabalho, do ponto de vista dos empresários, é o desperdício de matéria prima (54%). 

Skipa: propõe como indicador (objetivo) um teto para a relação entre Compras Totais e Faturamento. E gera um prêmio sempre que este indicador ficar abaixo de um determinado percentual.

  • Dor: Outro problema apontado na relação de trabalho, do ponto de vista dos empresários, é a falta de comprometimento dos colaboradores com o trabalho (48%).

Skipa: tem por propósito aumentar o comprometimento de maneira organizada, motivadora e capaz de obter o engajamento de  toda a equipe.

O QUE RETÉM OS COLABORADORES 

Na lista do que contribui para reter os colaboradores nos seus empregos, há diversos aspectos contemplados pelo propósito do Skipa.

Segundo os Proprietários 

  • Reconhecimento 
  • Bom relacionamento entre a equipe 
  • Manter funcionários satisfeitos 

Segundo os Colaboradores 

  • Remuneração maior 
  • Reconhecimento 
  • Capacitação e desenvolvimento pessoal

Segundo os Especialistas 

  • Compensação financeira 
  • Bonificações e participação 
  • Acompanhamento do gestor

Com o Skipa todos esses fatores podem ser contemplados. Os critérios são personalizáveis para cada tipo de estabelecimento.